Bml - Uma extensão do seu Consultório

UMA EXTENSÃO DO SEU CONSULTÓRIO
EXAMES E LAUDOS ANATOMOPATOLÓGICOS CONSULTÓRIOS, CLÍNICAS E HOSPITAIS

Facebook

NOTÍCIAS

Vício em videogames já ganha status de doença, saiba quais são os limites e os sinais

10
10

As crianças estão cada vez mais ligadas nas telas, seja do celular, do tablet ou das maiores, as televisões. Mas o exagero com o uso destes aparelhos já começou a preocupar especialistas no assunto.

 

Em 2022, entrará em vigor uma nova versão da classificação internacional de doenças, conhecida como CID, que passa a considerar o uso abusivo de jogos eletrônicos como doença.

 

Estes jogos podem ser atraentes, estimulam mecanismos de recompensa cerebral, mas eles acabam gerando a necessidade de passar cada vez mais tempo ligado.

 

Os pais precisam urgentemente começar a questionar as crianças para saber se os filhos estão dependentes. Os jogos, podem se tornar um escape para os pequenos que acabam se sentindo sozinhos, ou que ficam muito tempo longe dos responsáveis.

Pais, fiquem atentos se o seu filho apresentar distúrbios do sono, irritabilidade, isolamento social, queda no rendimento escolar, gastos excessivos com jogos, desnutrição, desidratação e depressão.

 

No mercado de jogos eletrônicos, existem muitos dispositivos com sensor de movimentos e eles permitem dançar ou até mesmo praticar esportes na sala de casa.

 

Há ainda jogos educativos para os menorzinhos. Por isso, não dá para dizer que o universo dos videogames só traz malefícios.

 

Lembre-se sempre de limitar o tempo de uso, fique de olho nos conteúdos e mostrem que existe vida além das telas.

 
 

© 2018 BML PATOLOGIA - Todos os direitos reservados | (47) 3326-2230 | contato@bmlpatologia.com.br